fbpx

Como e por que o varejista deve controlar e reduzir gastos com tributos

Inscreva-se em nossa newsletter

Compartilhe este artigo.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Gestor que preze pelo negócio, vislumbra toda e qualquer possibilidade de enxugar gasto.

O assunto tributo ainda é um tabu nos pequenos negócios.
Por isso, são eles os que mais perdem dinheiro por acreditarem que não há controle sobre o que se paga de impostos.

Sempre digo que tudo começa com o estoque. Na verdade, tudo começa com a formação do custo.

Claro que analisar os números e calcular margem de contribuição que gere lucro é parte indispensável da gestão mas, considerando que tributo abocanha uma boa fatia do preço, se o varejista não tem controle sobre ele, a gestão ainda é ineficiente.

1) a carga tributária sobre o faturamento é condizente com a realidade do negócio?

2) a precificação leva em conta a carga tributária do mix e suas respectivas categorias?

3) quais tributos são suportados como custo e quais são compensados na formação do custo do estoque?

Primeiro cenário: Tributação no estoque

Por isso, vamos focar na gestão do estoque do ponto de vista dos tributos.

Como o varejista pode controlar carga tributária?

1) a carga tributária sobre o faturamento é condizente com a realidade do negócio?

2) a precificação leva em conta a carga tributária do mix e suas respectivas categorias?

3) quais tributos são suportados como custo e quais são compensados na formação do custo do estoque?

Reflexos do item 1 – Tributos vs realidade da empresa:

Quando a empresa define um regime de tributação que não condiz com a margem de lucro do segmento, está rasgando dinheiro e aumentando o custo da loja.

Reflexos do item 2 – Precificação vs carga tributária

Classes de produtos tem carga tributária diferentes umas das outras. Quando o cadastro fiscal não discrimina essas variáveis, a precificação está errada.

Reflexos do item 3 – Tributos compensados vs custo

Compensação de tributos reduzem a carga tributária na venda. Quando o sistema não discrimina o que pode ou não ser compensado do que é suportado, realidade financeira da loja é comprometida.

Soluções eficazes para economizar com tributos

Mude o regime de tributação

Ao finalizar o ano, simule a tributação com novo regime de tributação.

Configure o cadastro fiscal no ERP

A parametrização do cadastro fiscal do ERP impede que o mark-up não fique distorcido, uma vez que todas as compensações de tributos sejam realizadas corretamente.

Segundo cenário: estoque super avaliado

A super valorização do estoque pode ter algumas causas:

1) promoções sem estratégia
2) tributos não compensados no custo de aquisição e
3) saldo credor de ICMS ou PIS/COFINS inchado;

Reflexos do estoque super avaliado

Preços calculados a menor podem gerar menos tributos a pagar mais também gerem menos lucratividade;

Reflexos do tributo não compensado no custo

Empresas do lucro real compõem o custo do estoque compensando os tributos da compra com os tributos da venda. Se o cadastro estiver errado, o gasto variável da venda aumenta. Logo, o lucro cai, além do custo permanecer distorcido e

Reflexos do saldo credor de ICMS, PIS e COFINS no estoque

A logística fiscal é determinante para aumentar ou diminuir o gasto variável com tributo.
Dependendo de onde a mercadoria e adquirida, o tributo da compra é menor do que o da venda. Dessa forma, o gasto variável aumenta.
É imprescindível avaliar a logística de compra e não apenas o preço.


Minhas considerações

1) revise o cadastro fiscal de produtos do ponto de vista fiscal;
2) mapeie o tributo que sai e o que permanece no custo.
3) avalie periodicamente a realidade tributária da empresa;
4) entenda os reflexos da logística de compra do ponto de vista fiscal.

Conclusão

Gasto variável com tributo tem controle, desde que o gestor dê foco a esse tipo de gestão.
Pagar muito imposto porque está vendendo muito é um sinal claro de que, talvez, seja hora de mudar de regime. 


Baixe a planilha de contorle de gastos do varejo

Receba nossas atualizações de conteúdo

Mais artigos para ler...

gestaodeestoque
Sueli Angarita

A importância do CMV na gestão financeira

Entender o CMV e essencial para a gestao financeira da loja. Conceito financeiro do CMV? O Custo da Mercadoria Vendida – CMV representa quanto custou

Operações de abate de gado pelos supermercados
varejo
Sueli Angarita

Supermercado: abate de gado

EQUIPARAÇÃO A ESTABELECIMENTO INDUSTRIAL Caracteriza-se como fato gerador do IPI – Imposto Sobre Produtos Industrializados “… a saída do estabelecimento industrial diretamente para estabelecimento da

O que trava os resultados do seu supermercado?

Como podemos ajudá-los?

Siga-nos

© Varejo Simplificado - CNPJ: 07.315.647.0001/51 - Todos os direitos reservados